segunda-feira, 22 de março de 2010

O perdão de Deus



Perdão

Perdoar é um dos atos básicos da fé cristã, pois, a nossa entrada na vida que Jesus Cristo nos ofereceu, só foi possível porque recebemos perdão de nosso Deus e Pai. Ele nos perdoou, mediante a obra de seu Filho feita na cruz, em nosso favor. Amor e perdão sempre caminham juntos.



“Deus é amor”, é a mais formosa definição que a Bíblia apresenta. E a maior prova do seu amor para conosco foi perdoar todos os nossos pecados. Porque ele nos ama ele nos perdoou. Perdoar é um atributo de Deus.

Perdoar é um mandamento da Palavra de Deus. Não é um sentimento, nem depende de nossa vontade ou emoção. A Palavra declara: “sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo vos perdoou” (Efésios 4.32); “Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, casa alguém tenha queixa contra outrem. Assim como o Senhor nos perdoou, assim também perdoai vós” (Colossenses 3.13).



Quando Deus nos perdoou, pôs um fim à situação desastrosa em que nós nos encontrávamos, pois, estávamos condenados à morte como conseqüência do nosso pecado de desobediência. Ele nos chamou para uma nova vida, onde o amor e o perdão sempre têm a sua máxima expressão. Perdoada a nossa ofensa, o relacionamento amoroso que nos une ao Pai Eterno foi restaurado. Diante desse ato de misericórdia e amor imerecido devemos, do mesmo modo, estender perdão a todo aquele que nos ofender. O perdão de Deus deve gerar em nosso coração o desejo de perdoar incondicionalmente, tal com ele fez conosco.

Perdoar significa deixar de considerar o outro com desprezo ou ressentimento. É ter compaixão, deixando de lado toda a idéia de vingar-se daquilo que foi feito ou pelas conseqüências que sofremos.

.

A base sobre a qual exercitamos o perdão

A base para o ato de perdoar é o completo e livre perdão que recebemos do Pai. Assim como ele nos perdoou, nós perdoamos. Como filhos de Deus o perdão que expressarmos, deve ser análogo ao seu perdão – “perdoando-vos uns aos outros como, também Deus, em Cristo, vos perdoou” (Efésios 4.32), ensina o apóstolo. É inconcebível viver sob o perdão de Deus sem perdoar ao próximo.

Quando Jesus ensinou os seus discípulos a orar, ele colocou um pedido ao Pai: “perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado os nossos devedores” (Mateus 6.12). É esse espírito de perdão que deve permanecer em nós. Se o Pai, antecipadamente, nos perdoou, quando não éramos merecedores, em gratidão ao seu amor perdoador, nós devemos, também, perdoar aos que nos ofendem. O perdão deve uma característica do nosso viver cristão. Se o amor perdoador de Cristo foi sacrificial – ele se deu por nós -, da mesma forma o nosso amor deve se expressar dando-nos, em amor, por aquele que nos ofendeu.

Quando devemos perdoar

Há dois momentos, em especial, que o perdão deve se expressar:


. (1) – No momento em que fomos atingidos - injuriados, maltratados, ofendidos, perseguidos, etc. – O exemplo de Estevão mostra que ele perdoou no mesmo momento da agressão recebida (Atos 7.60) – “Então, ajoelhando-se, clamou em alta voz: Senhor, não lhes imputes este pecado”. Apedrejado até a morte, ele não pensou em si, pensou na situação dos agressores diante de Deus – perdoou-os e rogou por eles. Eis, aí manifesto o mais elevado e magnífico espírito cristão de perdão. Este primeiro mártir da fé cristã imitou o Senhor Jesus que orou na cruz: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem” (Lucas 23.34).

(2) – Quando aquele que ofendeu pede perdão – Devemos estar preparados para perdoar, tão logo nos for solicitado o perdão. Deve ser uma atitude imediata e sem guardar ressentimento algum. Isso se expressará mais fácil na medida em que amadurecemos em nossa vida espiritual. O perdão tem de ser um ato de nossa vontade disciplinada. Ele não é um sentimento, nem é facultativo. Ele resulta de colocar a nossa vontade sob a vontade de Deus.



Quantas vezes devemos perdoar

Essa foi a pergunta que Pedro fez a Jesus. A resposta do Senhor trouxe algo novo, demonstrando que já não estamos sob a Lei, estamos sobre a Graça de Deus. “Senhor, até quantas vezes meu irmão pecará contra mim, que eu lhe perdoe? Sete vezes? Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete vezes, mas até setenta vezes sete” (Mateus 18.21,22). Se a Lei determina um número de vezes para perdoar, o Evangelho de Cristo não determina números, determina a aplicação do amor em grau infinito.



Condições para recebermos perdão



Perdoar para ser perdoado é o ensino de Jesus:



- “se, porém, não perdoardes aos homens [as suas ofensas], tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas”. (Mateus 6.15).

- “Assim também meu Pai celeste vos fará, se no íntimo não perdoardes cada um ao seu irmão” (Mateus 18.35).

- “E, quando tiverdes orando, se tendes alguma cousa contra alguém, perdoai, para que o vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas” (Marcos 11.25)..



O perdão "a" nós mesmos



Muitas vezes, antes de podermos perdoar os outros, devemos perdoar a nós mesmos. Habitualmente somos mais duros conosco do que com os outros. Devemos recordar que Cristo nos perdoou. Mateus 22.39 nos ensina: “Amarás ao teu próximo como a ti mesmo”. Precisamos sentir que ele nos ama e já nos perdoou. Para que isso ocorra, devemos lembrar a posição em que Deus já nos colocou: “nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus” (Efésios 2.6). Precisamos nos ver como somos aos olhos de Deus e não segundo os nossos incorretos sentimentos. Em Cristo está a nossa vitória.



Valor do Perdão



Perdoar é essencial ao nosso bem estar interno e ao testemunho externo da igreja. Sem esta prática as daninhas ervas da amargura, do ódio e do ressentimento impedirão de que representemos ao mundo, integralmente, o caráter de Jesus o nosso Senhor e Salvador. Amém.





Erasmo Ungaretti
fonte: adorar.net

sexta-feira, 19 de março de 2010

Erguendo as Muralhas

"Porém edificamos o muro, e todo o muro se fechou até sua metade; porque o coração do povo se inclinava a trabalhar." (Ne 4:6)



Quando falamos em reconstrução vem logo a idéia de recomeço, de começar novamente, erguer-se, levantar o animo e seguir.

No livro de Neemias nós vemos a luta de um homem chamado por Deus para realizar um serviço de reconstrução da cidade de Jerusalém pois estava tudo destruído, por causa da desobediência.
Isso é o que ocorre com os que desobedecem caem em destruição não que Deus o destrua mas é a consequencia do que se planta, mas eu louvo a Deus que Ele é sempre miséricordioso em nos resgata dos tropeços da vida, pois ´´os estamos sempre a tropeça mas o Senhor nos sustenta com sua destra.

Vemos que a destruição foi grande na cidade de Jerusalém e os muros estava caídos. Quando falamos de muro falamos de defesas, de segurança da cidade que foi desolada.
Amados não permita que o inimigo venha acabar com suas defesas, pois são com elas que nos colocamos de pé diante Dele o Senhor do céu e da terra. E no mundo espiritual, para se manter em contato com Deus é necessário ter sempre esta defesa que se chama de fé, em Efésios, o apostolo afirma que é um escudo,"Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno."
Mas talvez hoje você se encontre com seus muros debilitados, fracos sem poder agir no mundo espiritual. Olha Deus vai mandar um Neemias para erguer novamente sua vida espiritual e esse Neemias é Jesus o Reconstrutor de muralhas caiadas, não desanime Deus perdoa pecados e não abandona ninguém, Ele ajuda,Ele fortalece, Ele anima, te põe de é novamente Pois Ele é Deus e tudo pode fazer.
Se é de perdão que você precisa Ele dá, do que você precisa hoje para esta de pé como um moro intransponivel diante contra seus inimigos, fale para Deus fale para Ele, pois Ele que te tirar da terra que não é suas e fazer habitar na terra prometida.
Que Deus te abençoe sempre com as bênção do céu !

sexta-feira, 12 de março de 2010

Há um Deus, que cuida de nós!



Eu preciso aprender um pouco aqui


Eu preciso aprender um pouco ali


Eu preciso aprender mais de Deus
Porque ele é quem cuida de mim.
Se uma porta se fecha aqui


Outras portas se abrem ali
Eu preciso aprender mais de Deus
Porque ele é quem cuida de mim
Deus cuida de mim.


Deus cuida de mim na sombra das suas asas
Deus cuida de mim, eu amo a sua casa
E não ando sozinho não estou sozinho,
Pois sei: Deus cuida de mim.
Deus cuida de mim na sombra das
suas asas
Deus cuida de mim, eu amo a sua casa
E não ando sozinho não estou sozinho,
Pois sei: Deus cuida de mim.
Se na vida não tem direção É preciso tomar decisão
Eu sei que existe alguém que me ama
Ele quer me dar a mão.


Se uma porta se fecha aqui


Outras portas se abrem ali
Eu preciso aprender mais de Deus


Porque ele é quem cuida de mim
Deus cuida de mim.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Pesseguição. Você já sofreu?

De olho na perseguição
Uma análise da perseguição ao redor do mundo

Em pleno fim de século XX, houve verdadeiros massacres em nome da fé na Indonésia e Nigéria. Mas há muitos outros contextos em que milhares de pessoas têm seus direitos violados e são impedidas, totalmente ou em parte, de praticar sua escolha religiosa com liberdade.

Alguns são perseguidos, torturados e mortos. Outros vivem em constante pressão do governo, da sociedade, da família. São pessoas obrigadas a superar seus limites para continuar vivas, para trabalhar ou ter acesso à escola, para realizar seus cultos sem impedimentos, exercer sua fé sem preocupar-se com a polícia.


A perseguição em regiões diferentes

África
Há esperança em meio a uma fome devastadora, miséria terrível, conflitos militares e perseguição na Á frica. Essa esperança surge porque talvez esteja acontecendo lá o maior crescimento do cristianismo de que se tem notícia! Portas Abertas está envolvida no treinamento de alguns dos futuros líderes cristãos da África e está dando-lhes as ferramentas que precisam para levar o seu continente a Cristo.

Também queremos ter certeza de que esses novos cristãos têm as Bíblias e outras literaturas cristãs de que precisam para crescer na fé e pregar a Palavra de Deus!

Ásia
Mais de 55% da população do mundo vivem na Ásia. Durante anos, há perseguição e o martírio de cristãos nessa região. Apesar disso, a Ásia está passando por um incrível crescimento espiritual. Que grande testemunho do poder da Palavra de Deus! Portas Abertas provê Bíblias e literatura para a Ásia, sempre tendo como alvo as igrejas domésticas clandestinas da China.

Também damos cursos de treinamento extensivo para os líderes da Igreja para equipá-los com um completo conhecimento da Palavra.

América Latina
Ao contrário do que mostram os roteiros de viagem, há mais na América Latina do que sol, areia, águas mornas e gente boa. Os cristãos de Cuba, Colômbia, México e do Peru sofrem entre revolucionários, barões da droga e extremistas religiosos.

É por isso que Portas Abertas estabeleceu a Rede Ágape. São pequenas equipes que dão aulas de treinamento, realizam reuniões evangelísticas e organizam centros locais para produzir literatura cristã.

Mundo Muçulmano
O Oriente Médio é o berço da Igreja Cristã, ainda que, em algumas regiões, a Igreja quase tenha sido eliminada sob a pressão muçulmana.

A principal prioridade de Portas Abertas no Mundo Muçulmano é treinar uma nova geração de líderes cristãos para fortalecer a Igreja. Estamos também tentando garantir que todos os que queiram um exemplar da Palavra de Deus possam ter uma Bíblia.



Estimativa sobre a perseguição

Entre os que servem a Igreja Perseguida é comum a dificuldade de apurar o escopo e a extensão da perseguição. Um ponto que cria dúvidas é o total de perseguidos.

Internacionalmente, há alguns anos, adotou-se o número de 200 milhões como estimativa do total de cristãos que vivem sob algum nível de hostilidade por sua confissão de fé. A Missão Portas Abertas é um dos ministérios que utilizavam esse número.

Neste início de 2009, após revisar seu procedimento de pesquisa, a Missão optou por um número que acredita representar com mais precisão a quantidade de cristãos perseguidos no mundo. A estimativa é de que o real número situe-se entre 80 e 120 milhões de irmãos. A partir de agora, as publicações da Missão farão menção deste novo dado.

Que ninguém pense que a perseguição tenha diminuído ou que planejemos reduzir nosso empenho junto aos irmãos. Trata-se apenas de um recálculo de potenciais beneficiários de nosso ministério. Finalmente, independente dos números, Deus é o único que conhece a real situação de nossos irmãos e é nele, não nos números, que sempre buscaremos inspiração e direção para continuar servindo cristãos perseguidos.


Estatísticas básicas sobre religião no mundo
De cada 100 pessoas ...
. 19 são muçulmanos (o islamismo é a religião que cresce mais rápido)
. 18 não têm religião ou são ateus
. 17 são católicos
. 17 são cristãos não-católicos (ortodoxos, anglicanos, protestantes, evangélicos, pentecostais)
. 14 são hindus
. 6 são budistas

Perseguição contra cristãos
. 1 em cada 3 cristãos sofre perseguição
. 1 em cada 10 pessoas é um cristão perseguido.

Por Missões portas abertas:

video

domingo, 7 de março de 2010

Vem o fim, o fim vem, ...; eis que vem. Ez:6-7

Vem o fim, o fim vem

Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares...



Em nossos dias estamos contemplando grandes catástrofes que está deixando o ser humano perplexo sem saber o que fazer pois é tanta destruição que chega-nos assustar, pois a humanidade nunca viu tanta destruição uma atrás da outra é terremotos, tsunami e grandes incêndios que devasta países e cidades matando milhares de pessoas. E é um sofrimento sem fim, o ultimo foi o maremoto que ocorreu agora recente no pacifico que destruiu algumas
cidades do Chile trazendo dor e sofrimento ali naquele lugar. Tivemos também o terremoto no Haiti, onde vimos um sociedade desesperada.
É amigos irmão e leitores deste blog estamos contemplando os sinais da volta do Redentor Ele esta vindo pra arrebata sua Igreja. Não há como contesta se os próprios cientistas estão falando do fim próximo, que foi profetizado na bíblia pelos santos profetas de Deus.
Que nós venhamos nos render cada dia mais ao Senhor, e busca-lo de todo coração para que assim possamos obter seu perdão pois a natureza geme e chora por causa dos nossos pecados diz o apostolo Paulo aos romanos em sua carta. Vamos nos Levantar como igreja do Senhor e fazer sua obra nestes finais de tempo que estão aos nossos olhos. Não podemos ficar de braços cruzados.

Que Deus nos Abençoe, hoje e sempre!



terça-feira, 2 de março de 2010

Mensagens para os desanimados


Deus Acredita em Você

DEUS acredita em VC e no seu potencial de mudar situações,
sejam elas as mais complicadas.
Acredite que DEUS te chamou PARA VENCER
Quando não tiver forças para CLAMAR
Use teu gemido... DEUS INTERPRETA
Quando achar que não suportará as lutas... INSISTA
Quando o medo tentar te fazer afogar... CREIA
Quando não conseguir parar de chorar... EXTRAVASE
É bom chorar na presença de DEUS.
Quando pensar que não vais agüentar
Relembre as PROMESSAS de DEUS para tua vida.
Quando não puder VOAR...SALTE
Quando não puder SALTAR...CORRA
Quando não puder CORRER...ANDE
Quando não puder ANDAR...ARRASTE-SE
Mas não DESISTA nunca de chegar ao LUGAR onde estás destinado a ir
E esse Lugar é a TERRA DAS PROMESSAS.
Se há GIGANTES para te assustar... NÃO TEMAS...
DEUS põe o GIGANTE por terra
E te fará TRIUNFAR....
JESUS AMA VOCÊ, POR QUE PARA DEUS VC É ESPECIAL...